sábado, 30 de julho de 2011

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Você pode ter qualquer coisa







"Você pode ter qualquer coisa se sacrificar todas as outras por isso"

o que ele quis dizer é que tudo tem seu preço.Então, antes de entrar em uma batalha, é melhor você decidir o quanto está disposto a perder.

 Muitas vezes, ir atrás daquilo que faz a gente se sentir bem significa abrir mão do que você sabe que é certo
.
E deixar uma pessoa entrar significa derrubar o muro que você passou a vida inteira construindo.

É claro que os sacrificios mais pesados são aqueles que aparecem de repente.

Quando não temos de pensar em uma estratégia de escolher lados...ou para avaliarmos as possiveis perdas. Quando isso acontece,

quando a batalha nos escolhe, e não ao contrário, é quando o sacrificio pode ser maior do que podemos suportar
!"


quinta-feira, 28 de julho de 2011

Pouco



Mas muito pra mim é tão pouco
e pouco é um pouco demais
viver tá me deixando louca
não sei mais do que sou capaz
gritando pra não ficar rouca
em guerra lutando por paz
muito pra mim é tão pouco
e pouco eu não quero (mais)


"As palavras"




As palavras sempre ficam
Se me disseres que me amas, acreditarei. Mas se me escreveres que me amas, acreditarei ainda mais.
Se me falares da tua saudade, entenderei
Mas se escreveres sobre ela, eu a sentirei junto contigo.
Se a tristeza vier a te consumir e me contares, eu saberei.
Mas se a descreveres no papel, o seu peso será menor.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

" Cupido"




Eu vi quando você me viu, seus olhos pousaram nos meus num
arrepio sutil
Eu vi, pois é, eu reparei, você me tirou pra dançar sem nunca
sair do lugar

Sem botar os pés no chão, sem música pra acompanhar
Foi só por um segundo, todo o tempo do mundo, e o mundo todo se
perdeu
Eu vi quando você me viu, seus olhos buscaram nos meus o mesmo
pecado febril
Eu vi, pois é, eu reparei, você me tirou todo o ar pra que eu
pudesse respirar
Eu sei que ninguém percebeu, foi só você e eu
Foi só por um segundo, todo o tempo do mundo, e o mundo todo se
perdeu
Foi só por um segundo, todo o tempo do mundo, e o mundo todo se
perdeu
Ficou só você e eu

(Quando você me viu)

terça-feira, 26 de julho de 2011

"Ei baby, pode reservar um beijo ou dois?"







"Bem, eu não sou gulosa

Tudo o que quero você tem...
Baby, não peço muito
Só um grande pedaço de amor"


Tenho um ossinho da sorte em meu bolso

Tenho um pé de coelho no pulso

Você sabe que eu não teria todos esses amuletos

Se você tivesse me dado apenas um doce beijo...
Baby, não peço muito

Só um grande pedaço de amor"





Elvis Presley

"Stand by me"



Fique comigo
Quando a noite chegar
E a terra ficar escura
E o luar for a única Luz que se vê

Não, não vou ter medo Não, não vou ter medo
Enquanto você ficar Ficar Comigo

E querida, querida, Fique comigo, fique comigo
Fique comigo, fique comigo

Se o céu que contemplamos
Despencar e cair
E a montanha Se desmoronar para o mar


Não vou chorar, não vou chorar Não, não vou derramar uma lágrima
Enquanto você ficar Ficar comigo
E querida, querida, Fique comigo, fique agora
Fique comigo, fique comigo

Enquanto tiveres problemas Não terás, se estiveres comigo
Fique comigo, fique comigo, fique comigo

E querida, querida, Fique comigo, fique comigo
Fique comigo, fique comigo

Enquanto tiveres problemas Não terás, se estiveres comigo
Fique comigo, fique comigo, fique comigo

segunda-feira, 25 de julho de 2011

" Não me desaponte"





Ninguém nunca me amou como ela ama
Oh! ela ama...
Sim, ela ama
E se alguém me amou como ela me ama
Sim ela me faz isso,
Sim ela faz

Não me desaponte...

Estou amando pela primeira vez
Você não sabe que vai durar?
É um amor que dura para sempre
É um amor sem passado
Não me desaponte...

E desde a primeira vez que ela realmente fez sexo comigo
  Ela me fez bem.
Acho que ninguém havia feito realmente sexo comigo.
Ela me fez bem.


Não me desaponte...
Não me desaponte ...
Não me desaponte...



 The Beatles...

domingo, 24 de julho de 2011

"No jornal, meu coração usado"



“Tudo bem.
Você me conhece e eu não posso ficar fingindo que olho pra você como olho pro meu computador. Isso já é demais.
Eu só não consigo entender, porquê é que meu amor é assim tão importante pra você.
Eu sei que amo sozinha, então porque faz questão de anunciar aos quatro cantos que eu fico tremendo quando pega na minha cintura?
Ou mesmo pra que ter certeza de uma coisa que você não quer?
 Pois bem, pegue o sentimento que te faz bem ao ego e publique logo no jornal.
Faz tanta questão de saber desse meu amor que aqui estou
dizendo sim... entre tantos sim que já disse à você, esse, tem um gostinho ruim, pois me faz dizer coisas que quero tanto esquecer.
 Agora que você já tem sua certeza, pegue meu amor, meu coração usado, o tremor da minha cintura e mostre pra todo mundo.
 Pode pegar também as minhas perguntas, minhas dúvidas e confusões, já que você quer exibir o meu amor então leve também tudo que ele me causa. A febre, a náusea. Deixo você saber também, das minhas lágrimas solitárias e dos meus risos dissimulados, ou até os verdadeiros, afinal, quase todos foram pra ti.
Esse quase é o que me alivia. Se quiser, pode pegar estas palavras e publicá-las todas assim, exatamente como as coloquei. Pode fazer de conta que sou seu troféu. Talvez ao ler seu anúncio no jornal eu possa me dar conta de que essa vitória você não merece”

"Um homem melhor" Pearl Jam





Esperando, olhando o relógio, são 4 horas, é hora de parar
Diga a ele que não agüenta mais, ela pratica o seu discurso
Enquanto ele abre a porta ela se vira,
Finge dormir enquanto ele a observa
Ela mente e diz que está apaixonada por ele,
Que não pode achar um homem melhor
Ela sonha em cores, ela sonha em vermelho,
Não pode achar um homem melhor...

Falando sozinha : "não há mais ninguém que precisa saber"
Ela diz a si mesma.
Oh...
Voltam lembranças de quando ela era corajosa e forte
E esperando pela vinda do mundo...
Ela jura que o conheceu, agora ela jura que ele se foi
Ela mente e diz que ainda o ama, que
Não pode achar um homem melhor...


Sim

Ela o amava, sim.....
Ela não quer ir embora desse jeito
Ela precisa dele, sim...
Por isso ela voltará novamente
Não pode achar um homem melhor
Não pode achar um homem melhor
Não pode achar um homem melhor
Não pode achar um homem..... Melhor



"Uma mulher melhor"




Envie alguém para me amar
Eu preciso descansar nos braços de alguém
Mantenha-me afastado de estragos
Na chuva torrencial

Dê-me um verão eterno
Meu Deus, tenho medo do frio

Sinto que estou envelhecendo
Antes do tempo

Como minha alma cura a vergonha
Eu crescerei através desta dor
Meu Deus, estou fazendo tudo o que posso
Para me tornar uma mulher melhor 
 
O descanso garantido, meus anjos
Pegarão minhas lágrimas
Irão me tirar daqui
Estou com dores


sexta-feira, 15 de julho de 2011

"Ultimo beijo"




Porque eu adoro o seu aperto de mão
Conhecendo meu pai
Eu amo como você anda com as mãos nos bolsos
Como você me beijou quando eu estava dizendo algo
Não há um dia em que eu não sinta falta daquelas rudes interrupções

Mas agora eu vou sentar no chão
Vestindo sua roupa
Tudo o que eu sei é que
Eu não sei como ser algo que você perde
Nunca pensei que teríamos um último beijo

Nunca imaginei que ia terminar assim
Seu nome, sempre o nome em meus lábios

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Antes de te conhecer...





"Eu não entendia as canções, dormia bem todas as noites, não me importava com as minhas roupas, esquecia o celular, tinha pensamentos livres e horas vagas. Meu coração era saudável, lento, constante. Eu não tinha febre psicológica, crise emocional, stress acumulado, nem carência afetiva. Não tinha ciúme, ódio, ou pensamentos psicopatas. Eu sempre tinha a razão, não aguentava reclamações, não planejava tantas coisas boas e bobas. Antes de você eu não morria de saudade, não era tão bem-humorado, não me preocupava em fazer alguém feliz, em cuidar de alguém. Eu não sabia sequer que um abraço curasse tanta dor, que o mundo cabia num sorriso, e que era possível gostar tanto de uma pessoa.
No entanto, do fundo do coração te agradeço o desespero que me causas, e detesto a tranquilidade em que vivi antes de te conhecer."


"Talvez eu saiba, em algum lugar
No fundo da alma
Que o amor nunca dura
E temos que arranjar outros meios
De seguir em frente sozinhos
Ou ficar com uma cara boa

E eu sempre vivi assim
Mantendo uma distância confortável

Até agora
Eu tinha jurado a mim mesma que eu estava contente
Com a solidão


Porque nada disso algum dia valeu o risco,

Eu tenho uma forte noção de realidade
Mas eu não consigo
Deixar o que está na minha frente
Eu sei que você está partindo
Quando você acordar de manhã
Me deixe uma prova de que não é um sonho

Você é a única exceção
Você é a única exceção
Você é a única exceção
Você é a única exceção
Você é a única exceção

E eu estou a caminho de acreditar."


quarta-feira, 13 de julho de 2011

terça-feira, 12 de julho de 2011

Passado







“Você fica voltando para me dizer
Que você é o único que podia ter sido
E os meus olhos vêem isso tão claro
Isto foi há muito tempo e muito longe
Mas nunca desapareceu
Eu tento pôr isto no passado
Se segure em mim e não olhe para trás”


segunda-feira, 11 de julho de 2011

sábado, 9 de julho de 2011

Quanto vale a vida?


Quanto vale a vida de qualquer um de nós?

quanto vale a vida em qualquer situação?
quanto valia a vida perdida sem razão?
num beco sem saída, quando vale a vida?
são segredos que a gente não conta
são contas que a gente não faz
quem souber quanto vale, fale em alto e bom som
quantas vidas vale o tesouro nacional?
quantas vidas cabem na foto do jornal?
às sete da manhã, quanto vale a vida
depois da meia-noite, antes de abrir o sinal?
(faz de conta que não quer nem saber)
quem souber, fale agora ou cale-se para sempre
quanto vale a vida acima de qualquer suspeita?
quanto vale a vida debaixo dos viadutos?
quanto vale a vida perto do fim do mês?
quanto vale a vida longe de quem nos faz viver?
são segredos que a gente não conta
são contas que a gente não faz
coisas que o dinheiro não compra
perguntas que a gente não faz:
quanto vale a vida?
nas garras da águia
nas asas da pomba
em poucas palavras
no silêncio total
no olho do furacão
na ilha da fantasia
quanto vale a vida?
quanto vale a vida na última cena
quando todo mundo pode ser herói?
quanto vale a vida quando vale a pena?
quanto vale quando dói?
são coisas que o dinheiro não compra
perguntas que a gente não faz:
quanto vale a vida?

Girl, You'll Be A Woman Soon


“Garota, você será uma mulher em breve,
Por favor, venha, pegue minha mão.
Garota, você será uma mulher em breve,
Em breve, você precisará de um homem”


sexta-feira, 8 de julho de 2011

Deja vú


Hoje eu acordei com a sensação de ter voltado quatro meses no tempo. Minha cama no lado esquerdo do quarto, uma manhã se sol após uma madrugada fria. E uma sensação de que algo estava faltando. Algo cuja falta não seria suprida tão facilmente. Algo que até agora eu espero voltar.
Acordei, refazendo a cena (não que não o faça todos os dias), mas hoje as coisas vieram com maior clareza, com maior ímpeto, com mais dor. Lembrei desde o inicio, desde quando não gostava de ti, quando rejeitava teus carinhos, quando dizia que saísse de perto de mim que eu nunca iria gostar de você.
 Lembrei do dia em que te abracei pela primeira vez. Naquele dia triste em que precisava de alguém, e você ficou comigo, me olhava com aquele olhar de que sabia que um dia me conquistaria.
No dia em que ouvia “Tu és o m.d.c da minha vida” e escolhemos juntos o teu nome. Aquele nome que eu nem sabia que ficaria gravado em meu coração.
Só que hoje, exatamente hoje eu revivi aquele dia em que fostes tirado de mim. Na madrugada anterior chovia, muito mesmo, eu sabia que você tinha medo de trovões (assim como eu) em dias assim, costumávamos ficar juntos e o mundo poderia estar caindo lá fora e nem percebíamos. Ouvi barulhos, acendi a luz do meu quarto e te vi, recostado a parede me olhando. Deitei-me novamente, mas deixei o espaço para você.
E assim, logo dormimos pois estávamos juntos, e é isso que importa.
Na manhã seguinte, levantei sentindo um aperto no peito, uma vontade de te ver e te abraçar mas você não estava mais ao meu lado. Fui te procurar. Andei em todos os lugares onde você poderia estar, perguntei a todos e tudo que me diziam era: - Calma, ele vai voltar, ele sempre volta.
Mas algo me dizia que ele não iria voltar. Eu sabia que ele nunca ia muito longe. Na verdade, ele nem sabia sobreviver sem mim ( e nem eu sem ele). Não fomos treinados para viver um sem o outro.
Comecei minhas atividades diárias, e sem nenhum motivo aparente, comecei a chorar e pensei que só pararia quando ele voltasse. Ainda não parei de chorar.
 E as horas estavam se passando. E a fria realidade batendo a minha porta, mas Ele precisava de mim. O procurei por toda parte, pedi pra que se alguém o tivesse visto que me dissesse. Ele era minha vida. Uma forte dor de cabeça me forçou a parar de procurá-lo. As estrelas já iluminavam o céu. Ele não voltou. Eu me deitei, na mesma posição em que acordei hoje, fui ouvir a “nossa musica” e a repeti milhões de vezes (o faço até hoje).
Enfim, as lágrimas que neste momento embaçam minha visão, são só mais algumas dentre tantas já derramadas.  Não sei o motivo desse dia ter sido tão parecido com aquele a quatro meses atrás. Sinto o amargo das minhas lágrimas como senti antes.
 E assim, chorando, terminarei o relato do PIOR DIA DA MINHA VIDA.


Ao meu máximo denominador comum: Nestor




quinta-feira, 7 de julho de 2011





Onde, onde meu amor pode estar?
O Senhor levou-a de mim.
Ela se foi para o paraíso, então eu tenho de ser bom
Assim eu posso ver meu amor quando abandonar este mundo

Nós saímos para um encontro no carro do meu pai,
Nós não tínhamos ido muito longe
Lá na estrada, direto em frente,
Um carro estava enguiçado, o motor estava morto
Eu não conseguiria parar, então eu desviei para a direita...
Eu nunca esquecerei o barulho daquela noite:
Os pneus "cantando", o vidro quebrado,
O grito doloroso que eu ouvi no final

Onde, onde meu amor pode estar?
O Senhor levou-a de mim.
Ela se foi para o paraíso, então eu tenho de ser bom
Assim eu posso ver meu amor quando abandonar este mundo

Quando eu acordei, a chuva estava caindo forte,
Havia pessoas paradas por todo lado
Alguma coisa quente escorrendo entre meus olhos,
Mas de algum modo eu encontrei meu amor aquela noite...
Eu ergui sua cabeça, ela olhou para mim e disse:
"Abrace-me, querido, apenas um instante",
Eu segurei-a apertado, beijei-a, nosso último beijo.
Eu encontrei o amor que sabia que tinha perdido...
Bem, agora ela se foi, ainda que eu a abraçasse forte.
Eu perdi meu amor, minha vida, naquela noite...

Onde, onde meu amor pode estar?
O Senhor levou-a de mim
Ela se foi para o paraíso, então eu tenho de ser bom
Assim eu posso ver meu amor quando abandonar este mundo.


Após o primeiro beijo





"E, ao cair da noite,
Transformo-me em Lua ardente.
Devagar, invado a sua alma,
Com a minha luz incandescente.

Após o primeiro beijo,
Entrego-me aos seus carinhos.
Você seduz-me.
Eu te desejo.

Num abraço terno e apertado,
Nossos corações se fundem,
Emanando o amor,
Nos sentimentos que surgem.

Nossos sexos estão expostos,
Em total sintonia.
Entrelaçam-se os corpos,
No delírio que alucina."

Invenção


“O nosso amor a gente inventa pra se distrair
e quando acaba,
a gente pensa que ele nunca existiu.”

"O que será?"


"E todos os meu nervos estão a rogar
E todos os meus órgãos estão a clamar
E uma aflição medonha me faz implorar
O que não tem vergonha, nem nunca terá
O que não tem governo, nem nunca terá
O que não tem juízo
O que será que lhe dá
O que será meu nego, será que lhe dá
Que não lhe dá sossego, será que lhe dá
Será que o meu chamego quer me judiar
Será que isso são horas dele vadiar
Será que passa fora o resto da dia
Será que foi-se embora em má companhia
Será que essa criança quer me agoniar
Será que não se cansa de desafiar
O que não tem descanso, nem nunca terá
O que não tem cansaço, nem nunca terá
O que não tem limite
O que será que será
Que dá dentro da gente, que não devia
Que desacata a gente, que é revelia
Que é feito uma aguardente que não sacia
Que é feito estar doente de um folia
Que nem dez mandamentos vão conciliar
Nem todos os unguentos vão aliviar
Nem todos os quebrantos, toda alquimia
E nem todos os santos, será que será
O que não tem governo, nem nunca terá
O que não tem vergonha, nem nunca terá
O que não tem juízo..."

Quando eu estiver cantando

“Essa poucos conhecem...
É a última música...
do último lado ...
do ultimo disco de Cazuza”

Homenagem feita por Renato Russo...







“O amor é o ridículo da vida.
A gente procura nele uma pureza impossível,
uma pureza que está sempre se pondo.
A vida veio e me levou com ela.
Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga ideia de paraiso que nos persegue,
bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas.
Morrer não dói.”